Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957


18 de mar de 2017

Varzeano Wervesson Zuryel lança seu primeiro filme

Wervesson Zuryel, um dos maiores expoentes árticos do município de Várzea da Roça lançou recentemente o seu primeiro curta metragem “OGLIPIC”.

Zuryel que é ator e diretor,  já realizou diversos projetos na sua cidade natal, tendo como principal referência a Fundação Cultura Gibão de Couro. E concluiu em janeiro deste ano, o curso superior de cinema e produção audiovisual na Universidade Paulista (UNIP) na cidade de São Paulo, onde atualmente mora.

O curta metragem “OGLIPIC” foi roteirizado pelo mesmo baseado na obra de Walter Ferreira com colaboração de José Roberto e teve como pano de fundo os sete pecados capitais, mostrando como essas forças malignas atuam na vida do homem.

Zuryel disse que junto  com sua equipe técnica (José Roberto, Cristiano dos Prazeres, Yvis Vaitcunas, Hidras Tuala, Walter Ferreira, Marcio Turassi, Charles Joaquim, Flávio Santos, Karyna Rosa, Lindinaldo Santos) e grande elenco, mergulharam nesse projeto por meses.
“Pensar em produção audiovisual é olhar o mundo através das câmeras, é ter a perspectiva do outro. A força que nos impulsiona nesse projeto é levar o espectador a repensar sua forma de viver, fazendo-o uma retrospectiva de si mesmo, principalmente quando abordamos algo tão relevante para a maioria, o pecado. Sem mencionarmos uma religião, abordamos aqui o mistério das forças ocultas, tão usados em filmes de ficção, suspense e terror. Nosso intuito não é convencer o homem a uma religião, já que o verbo vem do latim religare, que quer dizer religar, unir novamente. Mas alertar o homem do orbe oculto e sombrio dos espíritos”.

Zuryel atualmente dirige dois grupos de teatro na cidade de São Paulo e aposta na sua carreira profissional na área do audiovisual.

Veja o filme:


Biografia de Zuriel

Começou a trabalhar como ator (em teatro amador) em 1988, quando sua tia Lena o convidou para atuar num Ato de Natal, depois daquele convite se apaixonou pela arte da interpretação e nunca mais parou. Em 1998 formou no colégio Padre João Farias um grupo de teatro constituído por alunos e direção da escola. Foi à primeira vez na história cultural de Várzea da Roça que um jovem de apenas 18 anos sem experiência escreveu, dirigiu e atuou a Paixão de Cristo, peça que arrebatou emoções de centenas de pessoas em um palco armado na Praça Topógrafo Pedro Magalhães foi encenada. Seu sonho de fazer da arte um estilo de vida foi ganhando força, por onde Zuryel passava (Bando Zuart, Colégio São José, Colégio CEMA, Bando Resistência, Teatro da Cidade do Saber, Fundação Cultural Gibão de Couro, Teatro da Solidão Solidária (BA), Drama da Paixão (SP)) ele criava oportunidades para que outros também participassem dessa arte.
Em 2012 foi convidado pelo diretor de teatro Ivan Antonio (Teatro da Solidão Solidária) para representar o Brasil no maior festival de arte do mundo em Guimarães/Portugal.

Depois de tantas lutas para não deixar a cultura varzeana cair, Zuryel criou o projeto do Ponto de Cultura Gibão de Couro com o amigo Vandelson Gonçalves e entregou o projeto nas mãos da gestão atual do Gibão de Couro (Vicleia Vieira, Gidevaldo Macedo, Gilnei Pedreira, Natanael Souza), a fim de dá continuidade a esse mega projeto, enquanto Zuryel estava indo para a capital (São Paulo) se especializar em cinema.

Fonte: VR14

Nenhum comentário:

Tabela do Campeonato Brasileiro Serie A 2017.


Carregando...

Campeonato Brasileiro

Loading...

Visita Online