Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

5 de nov de 2015

Infecto: Esquema desviou mais de R$ 90 milhões de prefeituras baianas, estima PF

A organização criminosa que utilizava entidades sem fins lucrativos para sonegação de impostos e lavagem de dinheiro pode ter desviado mais de R$ 90 milhões dos cofres das prefeituras envolvidas. 

Além disso, segundo estimativa da Polícia Federal, ao menos R$ 85 milhões de impostos e contribuições previdenciárias deixaram de ser recolhidos. O esquema foi alvo da Operação Infecto, deflagrada nesta quinta-feira (5), e que cumpriu dez mandados de busca e apreensão nos municípios baianos de Juazeiro, Jacobina, Valença, Salvador, além de Petrolina, em Pernambuco. 

De acordo com a PF, as prefeituras firmavam termos de parceria com Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) investigadas, constituídas fraudulentamente em nome de laranjas e testas de ferro, com a dispensa irregular de licitação ou mediante processo seletivo simulado. Em troca de repasse de verbas públicas, as Oscip responsabilizavam-se pela prestação de um determinado serviço ou apenas pela mera contratação indireta de mão de obra, atividades estranhas à natureza das entidades. 

As investigações apontam que o desvio da verba pública variava entre 10 e 20% do valor do termo de parceria executado, por meio de cobrança de “taxa de administração”, superfaturamento de despesas ou mesmo criação de despesas fictícias. Segundo o órgão, a fraude pode não ter se limitado à Bahia, já que as entidades investigadas possuem termos de parceria firmados com prefeituras de outros estados.

Fonte: Bahia Notícias

Comércio é assaltado em Pintadas

Na tarde de quinta-feira, 05 de novembro de 2015, por volta das 14 horas, na cidade de Pintadas dois homens usando camisas brancas, em uma moto preta, pararam em frente ao comercio Almeida Pré-Moldados, que se localiza nas proximidades da quadra poli esportiva do município, sendo que um dos indivíduos estava armado com uma arma de fogo.

Um ficou na moto e o outro, entrou no comércio e anunciou o assalto. No momento em que o elemento estava atuando, a filha da dona do comércio entrou, posteriormente o assaltante levou o seu aparelho celular, junto com mais dois celulares da sua mãe, e uma quantia em dinheiro que não foi revelado. O roubo avalia-se em 1500 reais.

Fonte: VR14

Armamento de uso restrito das Forças Armadas é apreendido na Bahia

Quatro fuzis, sendo dois AK-47, um Fal 7.62 e outro de calibre 5.56, além de uma submetralhadora 9 mm com silenciador e farta munição foram apreendidos por equipes da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Feira de Santana) e da Delegacia Territorial (DT) de Santo Estevão, na quarta-feira, 04 de novembro de 2015.

As armas estavam em um imóvel ocupado por Miguel Vicente de Assis Oliveira, conhecido como "Topete", de 46 anos,  na localidade de Altamira, zona rural de Santo Estevão, que fica a cerca de 155 quilômetros de Salvador.

O cooordenador da 1ª Coorpin/Feira, delegado João Uzzum, informou que ele é suspeito de integrar uma quadrilha de assaltantes de bancos e que as armas seriam utilizadas em ações do bando.

"Nós já temos informações suficientes que indicam que ele faz pare de uma quadrilha de roubo a bancos e de estouro de caixas eletrônicos. Esse armamento foi utilizado em uma assalto na cidade de Ponto Novo, na região de Senhor do Bonfim, e vários dos integrantes daquela quadrilha moram na cidade de Santo Estevão. As investigações agora são no sentido de identificar e prender todos eles", diz o delegado.

Uzzum ainda destacou que Miguel tem antecedentes criminais por tráfico de drogas e foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de uso restrito. Ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Feira de Santana. O material apreendido será periciado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Conselheiros Tutelares de Piritiba estão há 03 meses sem receber salários

Os conselheiros tutelares de Piritiba não recebem salários desde setembro, referente a agosto. Segundo consta, apesar dos vários apelos do conselheiros, a prefeitura não teria dado nem previsão de quando os salários serão pagos.

Em contato com uma das conselheiras do município, ela confirmou a informação, mas não quis entrar em detalhes com medo de retaliações. 

Tentamos contato com o departamento pessoal da prefeitura, e com a assessoria de comunicação do prefeito  Ivan Silva Cedraz, mas não obteve êxito.

Fonte: Emerson Rocha / Bahia Acontece

Visita Online