Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

8 de nov de 2010

07-11-2010 - Quixabeira - População em 10 Anos

O numero de habitantes em Quixabeira, sofreu uma queda em 10 anos. A população diminuiu de 9.466 pessoas no Censo de 2000 para 9.149 habitantes no resultado parcial do Censo divulgado pelo IBGE.Quixabeira perdeu 317 habitantes em 10 anos enquanto São José do Jacuípe ganhou 1.119 moradores no mesmo período. O Município de Capim Grosso a população subiu de 23.908 habitantes para 26.540 no resultado parcial, mesmo assim, ficou abaixo da estimativa que era acima de 27 mil habitantes.
Outra cidade da região que também teve queda de moradores foi Gavião que perdeu 239 moradores de um recenseamento para o outro. A capital Salvador tem a maior população do estado, com 2.480.790 habitantes, enquanto o município de Catolândia, tem apenas 2.600, sendo o município com o menor número de habitantes, segundo o resultado parcial divulgado na quinta-feira(4) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

08-11-2010 - Riachão do Jacuípe: Festa de vaqueiros de vila aparecida acontece com apoio de empresários.


Uma das maiores festa já realizada no Povoado a 17ª Festa do Vaqueiro de Vila Aparecida de Riachão do Jacuipe, encerrou neste domingo (07/11), a festa começou logo as 14h com o desfile dos Vaqueiros e a entrega de premiações a noite tivemos diversas atrações musicais, dentre elas, Forrozão Tatuagem que gravou seu 1º DVD e a Banda 100 Parea que levou as quase 5.000 mil pessoas presente a loucura.
Totalmente custeada com recursos adquiridos por empresas privadas, a festa aconteceu de forma atípica, diferente das tradicionais, onde o momento das entregas dos prêmios aos grupos e vaqueiros vencedores é transformado em “comícios”, mesmo que fora de período político. No ato das entregas, ás 16h de domingo, não foi registrado nenhuma presença de político, de qualquer partido político em cima do palco.
O empresário Janilton, presidente da festa participou discretamente do evento em consideração, respeito à família de um funcionário da Britagem Universo empresa de sua propriedade que ocorreu na quarta-feira (03/11).

TRI descartam anulação da prova do Enem

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse há pouco em entrevista coletiva que o governo recebeu um 'número relativamente pequeno' de relatos de candidatos prejudicados por erros na montagem dos cadernos de prova amarelos. Haddad defendeu a decisão do MEC de fazer uma prova extra para os estudantes. Ele atribuiu o problema a 'falha humana'.
Haddad, que cancelou uma viagem à Africa com o presidente Lula por causa da nova crise do Enem, alegou que a Teoria de Resposta ao Item (TRI), conjunto de modelos matemáticos usado no Enem, permite aplicar provas distintas com o mesmo grau de dificuldade, o que assegura as condições de igualdade entre os participantes. 'Isso já foi feito em 2009, com parte dos candidatos, que não puderam fazer as provas na data prevista por causa de inundações.'
Nos dias 5 e 6 de janeiro, a prova extra foi aplicada a 160 inscritos que não puderam fazer a prova em dezembro por causa das enchentes que castigaram as cidades de Brejatuba e Ibatiba, no Espírito Santo. Além deles, também prestaram o Enem em janeiro presidiários de todo o País.
Com a TRI, as questões são testadas antes da prova. Elas ganham um peso, que varia de acordo com a performance dos estudantes nos pré-testes. Quanto mais alunos acertaram uma determinada pergunta, menor o peso que ela terá na prova, porque o grau de dificuldade é supostamente menor.
Sobre os erros na prova amarela, o ministro tirou toda a responsabilidade do Inep no problema. 'Não houve falha do Inep ao fiscalizar a prova', disse o ministro. 'Na minha opinião, a responsabilidade é da gráfica conforme eles mesmo assumiram.' Sobre a troca no cabeçalho do cartão-resposta, o ministro também culpou a gráfica.


Lamarão: Conheça o segundo pior município do Brasil

Na linha de produção, os trabalhadores operam as máquinas que funcionam em três turnos. Estamos em Camaçari, cidade baiana de pujança industrial, cujo índice de emprego e renda é superior aos das cidades do ABC paulista. Avançamos 130 km em três horas de viagem e encontramos um cenário inverso. Estamos em Lamarão, município do semi-árido baiano que ocupa o nada honroso posto de segundo município do Brasil com os piores indicadores sociais.A estrada esburacada da BA 400, há 15 anos sem intervenção, é o caminho que leva a um município que parece ter sido esquecido pelo desenvolvimento. Lamarão, situado a 20 km de Serrinha, tem aproximadamente 12 mil habitantes e um PIB 14.303.000. Programas assistenciais, aposentadorias, pensões e cargos públicos - quase sempre ocupados por pessoas de outras localidades - são as principais e praticamente únicas fontes de renda no município.É lá que vive gente como Juliana dos Santos, 35 anos, numa casa de um cômodo e fogão de lenha na comunidade Traira I. Ela, o marido e os cinco filhos sobrevivem com uma renda de R$ 134,00 mensais do programa Bolsa Família. Seus filhos freqüentam a escola, mas ela estudou até a primeira série do ensino fundamental e não sabe escrever nem mesmo o próprio nome. Na casa ao lado vive Vera Lucia dos Santos, 44 anos, que sustenta a si e os quatro filhos com R$ 94 do Bolsa Família e uma pensão de R$ 510 recebida pela mãe, que é cega e não anda, depois de ter sofrido um derrame. Como muitos jovens da região, que tem um índice de evasão escolar de aproximadamente 14,4% dos 2.324 estudantes matriculados, uma das filhas de vera estudava, mas deixou a escola para trabalhar como catadora de latinha.
Estas duas Bahias são mostradas num panorama traçado pelo Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), que analisou indicadores de educação, saúde, emprego e renda de todos os municípios do Brasil. O estudo foi feito pela equipe econômica da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Com um índice de 0,6093, numa faixa que vai de 0,0 a 1,0, a Bahia ocupa a 20º colocação dentre os 27 unidades da federação, sendo a 5º da região Nordeste. O resultado, no entanto, tira o Estado da faixa de desenvolvimento regular (entre 0,4 e 0,6), para a faixa de desenvolvimento moderado (entre 0,6 e 0,8), num crescimento de 2,8% entre 2006 e 2007.

Gargalo social - Apesar de ter sido o indicador que mais avançou, a educação segue sendo como o principal gargalo social da Bahia, com um índice de 0,5166 – faixa de desenvolvimento regular. Neste quesito, são avaliados indicadores como a distorção entre a idade e a série, docentes com diploma universitário, índice de evasão, número de horas de aula e o resultado do Ideb no ensino fundamental, além do número de matrículas na educação infantil. “Escolhemos indicadores que avaliassem a qualidade da educação nos municípios”, explica Guilherme Mercês, chefe da divisão de estudos econômicos da Firjan. Neste período, o indicador de saúde oscilou positivamente, enquanto o de emprego e renda teve um recuo de 0,4%.Concentração - Os dados do IFDM também apontam uma grande concentração da população que vive em desenvolvimento moderado. Apenas 34 municípios, onde estão 43,3% da população baiana, alcançaram esta faixa. Mesmo assim, nenhum município do Estado faz parte do seleto clube das 226 cidades brasileiras em que a população vive num nível de alto desenvolvimento (entre 0,8 e 1,0). Os piores indicadores sociais da Bahia ficam nos grotões. Dez municípios ainda ocupam a faixa de “baixo desenvolvimento”, cujos índices estão 0,0 a 0,4. Além disto, 186 municípios baianos estão entre os 500 com pior IFDM do Brasil.
Veja mais sobre Saúde [+ notícias]

Trânsito: Criança é atropelada e morta em Umburanas

Por volta das 6h30 da manhã deste domingo, 7, o menor Jean de Souza, nove anos, conduzia seu carrinho de mão, que utilizava para transportar produtos da feira livre na cidade de Umburanas, quando foi atropelado e morto na rua onde morava por um Santana de cor verde, placas não anotadas.
Várias pessoas disseram que o acidente chocou os que presenciaram pela agressividade como aconteceu, a criança foi arrastada por vários metros sendo completamente esmagada pelo carro e o motorista fugiu sem tentar prestar socorro.
Até o fechamento desta edição ninguém sabia sobre o seu paradeiro. Testemunhas afirmaram tratar-se de um motorista do transporte escolar na cidade de Umburanas de pré-nome Sandro e que o mesmo estaria embriagado no momento do acidente.
Jean era filho adotivo do trabalhador rural Senhor Antônio Cipriano Neto, residente em Umburanas.
Horas depois o veículo foi encontrado pela Polícia Militar abandonado na estrada de Lagoa do 33.

Ouro Noticias/Bahia Acontece

Confirmado: Show da Banda Djavú e Dj Juninho Portugal em Capim Grosso em dezembro.

A Banda Djavú realizará em Capim Grosso, no próximo dia 02 de dezembro às 20h, no estádio Jazidão, um show em comemoração ao seu 2º aniversário. O show será beneficente às famílias carentes do município, e a entrada será 2 kg de alimentos não perecíveis + R$ 2,00. O evento contará com as participações da banda Valeu Boi e do Boizinho da Palomba (Dj Gury), numa produção da Maxxi Shows em parceria com entidades da comunidade Capimgrossense e o apoio de alguns comerciantes. Na oportunidade a banda estará lançando seu novo Cd, além do tão esperado Dvd. Estão sendo esperados fãs e fã clubes de toda Região.

Fonte: Notícia Livre

07-11-2010 - Baixa Grande – Estudantes das cidades pertencente a DIREC 17 realizam ENEM

808 alunos foram inscritos para fazer provas Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em uma das 4 escolas estaduais no município, nenhuma ocorrência foram informada, só no Colégio Estadual José Ribeiro Pamponet foram inscrito 341 em segundo ligar vem o Nuclear com 243, no Plinio foram 128 e no Maria Edna foram 96. Este ano o ENEM veio com 90 questões de múltipla escolha, sendo 45 de linguagens e 45 de matemática, além de uma redação. Os portões foram aberto às 11:30 já que as provam tem que ser feita pelo horário de Brasília. 
www.baciadojacuipe.com.br
Por: Ediomário Catureba
    Departamento de Polícia Técnica
IPIRÁ
No domingo (7), morreu José Renato Azevedo de Gonçalves (foto abaixo), 35 anos, comerciante residia em no município de Ipirá. Segundo a guia para necropsia, suspeita- se de afogamento já que ele caiu numa represa quando guiava uma motocicleta e segundo informações policiais provavelmente fazia uso de bebida alcoólica.
Ainda em Ipirá, Aloizio Dias Santos, 52 anos, foi morto a cacetadas na Fazenda Serrote,no sábado (6). Também não há informações de quem praticou o crime
SÃO GONÇALO DOS CAMPOS
Jairo Bezerra dos Santos , 31 anos, que residia na rua Vitória Régia, no conjunto Amazonas, em Feira de Santana foi vítima de homicídio neste domingo (7), em São Gonçalo dos Campos. Os tiros atingiram as costas, queixo e abdômen. O corpo do feirense foi encontrado na estrada da Fazenda Xavante, zona rural de São Gonçalo.
SERRINHA
Foi encontrado morto neste domingo (7), no interior do Clube Locomotiva, localizado na BA 409 km 01, saída do município de Serrinha para Conceição do Coité, o advogado Genebaldo de Lima Queiroz (foto), 67 anos, que residia em Serrinha. A família suspeita que Genebaldo tenha sido envenenado. O advogado era um dos proprietários do clube e foi candidato a prefeito de Serrinha pelo PMDB. O corpo foi encaminhado ao Departamento de Policia Técnica de Feira de Santana
NOVA FÁTIMA
José Firmino de Souza, 59 anos morreu neste sabádo (6), vítima de acidente de moto quando colidiu a moto CG Titan, preta, de placa JRR-1581. O acidente aconteceu no município de Nova Fátima.
TUCANO
Pedro José Pereira, 43 anos, foi assassinado com golpes de faca na cidade de Tucano. Um dos acusados é um homem conhecido como Marcos e o crime aconteceu neste domingo (7). Não há detalhes sobre este homicídio.
Todos os corpos foram encaminhados para o Departamento de Policia Técnica de Feira de Santana.
Informações do Central de Polícia

Visita Online