Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

19 de jul. de 2011

Polícia prende todos os vereadores do município de MG

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu nesta terça-feira todos os nove vereadores da cidade de Fronteira (MG), na divisa com São Paulo. Os vereadores, que respondem por peculato (crime cometido por um servidor contra a administração pública) e formação de quadrilha em processo por desvio de verbas, se preparavam para prestar depoimento na manhã de hoje, no fórum da Comarca de Frutal (MG), cidade vizinha, quando foram comunicados da prisão e levados para a Cadeia Pública da cidade. Os parlamentares estavam afastados dos seus cargos desde o dia 8 de fevereiro, substituídos por suplentes devido a uma determinação do Ministério Público Estadual, que abriu ação para investigar indícios de fraudes de mais de R$ 570 mil na Câmara de Fronteira. A prisão preventiva, segundo a assessoria de imprensa do MP de Minas, foi pedida pelo promotor Alan Baena, que não quis dar entrevistas. O órgão informou que vai divulgar nota oficial informando sobre as prisões. O delegado de Frutal, Rodolfo Rosa Domingos, também não quis se manifestar por enquanto, mas conffirmou que os vereadores seguem detidos. (Terra)

Início das aulas do Pro-Jovem Trabalhador em Mairi

Começou nesta terça-feira, dia 19 de Julho de 2011, através do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Mairi em parceria com o CREAS o curso Alimentação e agro-extrativismo do Pro-Jovem Trabalhador celebrado entre o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), SETRE (Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte) da Bahia e Agência Mandalla.
O curso tem carga horária de 350 horas aula, sendo 100 horas de qualificação Social e 250 horas de Qualificação Profissional, sendo 90 (noventa) alunos inscritos, 60 para alimentação e 30 para agro-extrativismo. Os alunos estão divididos em duas turmas de 45 cada, sendo uma no Salão Paroquial e outra no Salão da Associação Comunitária Santa Cruz, as aulas serão nos dias de terças, quartas e quintas, com inicio as 13:00 horas.
O Vice-Presidente do Sindicato Jurandy Silva Almeida disse que o objetivo do Curso é buscar a qualificação do jovem para o mercado de trabalho podendo oferecer-lhe conhecimento nas áreas atendidas, e o Sindicato com esta ação mostra que não existe somente para aposentadoria.
Equipe:
Coordenadora- Ivani Oliveira Almeida;
Romilson Lima Machado- Professor de Informática;
Marcelo Freitas –Professor- Valores Humanos Ética e Cidadania;
Ranael Miranda dos Santos Filho- Professor – Matemática;
Iraci Cabral- Professora- Educação Ambiental, Higiene Pessoal e Promoção de Qualidade de Vida;
Maridete dos Santos Farias – Professora – Português;
Apoios: Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Mairi e o CREAS.
Fonte: Agmar Rios

Flagrante de irresponsabilidade no transporte de pessoas no interior da Bahia


O flagrante aconteceu em Jequié, no sudoeste da Bahia
Em vários municípios do interior da Bahia o transporte de pessoas da zona rural para a sede dos municípios é feito de forma irresponsável, sem oferecer as míninas condições de segurança, numa total falta de consciência dos proprietários dos veículos e dos próprios usuários, que são vítimas em potencial de acidentes, como mostra as imagens acima tiradas no último sábado (16), na estrada de Florestal a Jequié, no sudoeste baiano.
A ausência de fiscalização por parte da polícia passa a ser apenas um mero detalhe diante de tamanha imprudência e irresponsabilidade das pessoas envolvidas. Será que eles tem noção do perigo que estão correndo?
Foto: Repórter Souza Andrade

Mulher passa mal e ambulância demora no resgate


Devido à demora foi necessário solicitar que uma ambulância do município de São José socorresse a vítima.

Mais uma vez a preocupação com a saúde pública em Capim Grosso foi colocada a prova, e a demora da chegada de uma ambulância para efetuar o resgate de Tita Barbosa da Silva, 35 anos, moradora do Bairro Luiz Ignácio Lula da Silva (Casas Populares), deixou testemunhas preocupadas. A vítima foi encontrada caída por volta das 18:00h, na Rua Esmeralda Santiago ao lado da delegacia de Polícia Cívil, sentindo muitas dores e liberando liquido espumoso via oral.

Mulher agurdando socorro
O atendimento foi efetuado por uma ambulância da cidade de São José do Jacuípe às 18:42h que encaminhou a mulher para atendimento médico no Hospital Nossa Senhora de Saúde. Pessoas que estavam com veículos no momento não prestaram socorro pelo fato de Tita sentir muitas dores ao ser tocada, e exigiram que o transporte e primeiros socorros fossem efetuados por pessoas especializadas a exemplo de enfermeiros. A ambulância de Capim Grosso chegou à Rua Esmeralda Santiago dois minutos após a saída do socorro.
 A demora no atendimento pode prejudicar a saúde do paciente, sendo necessário saber o motivo do atraso. Funcionários da prefeitura que estavam no local informaram que não tinha ambulância disponível mesmo o carro chegando dois minutos depois da saída da unidade móvel de São José levar a paciente para o HNSS.
 Ambulância de São José socorrendo a vítima 
 Um embate político teve inicio com a demora na chegada do atendimento, onde pessoas que criticavam a falta de ambulância mesmo saber o motivo foram acusadas de ser oposição, e respondidas por um partidário da situação “as ambulâncias estão ocupadas, quer ambulância vai comprar a tua”, enquanto isso a vítima continuava sem atendimento. Ao chegar no Hospital o secretário de transporte estava no local e deixou uma ambulância de prontidão caso houvesse a  necessidade de remover a paciente.   


Texto: Folha Regional Foto: FR Notícias

Várzea da Roça: Choque entre dois caminhões causa paralisação na Travessa Cláudio Gomes.

Na manhã desta terça (19) de julho, um caminhão se chocou contra a lateral de outro, onde o mesmo estava estacionado fazendo entregas, e a rua foi interditada por alguns minutos. As medidas foram tomadas e ficou em responsabilidade das empresas negociarem. É mais um acidente no mesmo ano, o que motivou o acidente foi que a rua é estreita e não permite a passagem de grande porte ao mesmo tempo.


Redação: Ramon Cedraz
Fonte: Várzea e Ragiao

SURGE EM VARZEA DA ROÇA UM PROJETO DE COLETA SELETIVA, REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM, QUE RECEBE O NOME DE “RECICLÁSTICO”



Temos como objetivo geral causar uma mudança nos hábitos culturais das pessoas atingidas pelo projeto no que diz respeito à coleta seletiva, reutilização e reciclagem de resíduos sólidos como: papel, plástico, alumínio e vidro, bem como gerar renda para os membros efetivos do projeto.
È fato que a maioria dos pequenos municípios sofre com a precariedade de investimentos públicos na área de coleta seletiva correta dos resíduos produzidos, especialmente papel, vidro, plástico e metal, com a cidade de Várzea da Roça não é diferente. Foi percebida a falta de interesse dos gestores e da própria população em buscar recursos e parcerias para desenvolver um projeto que busque satisfazer a esta necessidade ou pelo menos amenizá-la, essa é a principal causa de uma debilidade na formação cultural da população desta cidade em relação aos materiais recicláveis.
A partir de análises feitas no município, identificamos uma precariedade no setor de coleta seletiva e reciclagem. Sabendo que esse é um assunto que influi diretamente no social e na saúde da população.
ENVOLVIDOS NO PROJETO: Ademilton Rios, Elison Barreto, Everton, Genildo Rios conhecido como Jacaré, Gilmar Sena, Gilvan Sena, Maria da Glória, Maria do Carmo, Noel Aquino, Oberdan, Roberto Ferreira, Robson Ferreira, Ronivaldo Ferreira, Murilo Oliveira, Reinan Sena.
Reciclagem no Balneário Chapeú Queimado
Materiais recolhido
Equipe que desenvolve o trabalho
Separando Embalagens
Informações: GIL SENA E ELISON BARRETO

Caminhoneiro Capimgrossense morre em acidente em Feira de Santana

O caminhoneiro Antônio Joaquim Maciel, 49 anos, natural de Capim Grosso, conhecido por Antônio Chimbinha, foi vítima de um grave acidente na BR – 324, nas proximidades do Parque de Exposição em Feira de Santana, o acidente de acordo com relatos de familiares aconteceu por volta das 20h30 deste domingo (17).
Antônio Chimbinha estava em caminhão de placa CG – 3554, licença de Capim Grosso, o mesmo tinha acabado de deixar a casa de uma prima a cerca de 1km do local do acidente.
De acordo com relatos de representantes da família, Antonio perdeu a vida para salvar as vidas dos cinco ocupantes do Fiat Uno, de Placa NTL 4050, licença de Salvador que saíram feridos do acidente, mas sem maiores gravidades. Antônio ao se deparar com o Fiat Uno, evitou a colisão frontal o que fatalmente resultaria em uma tragédia maior, no impacto o caminhão virou causando a morte de Antônio que era pai de 3 filhos, duas moças e um rapaz.
Texto: Arnaldo Silva/Fotos: Álbum de família e Roberto Coelho.

Visita Online