Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

1 de mar. de 2018

POLÍCIA MILITAR CAPTURA FUGITIVO NA CIDADE DE CAPIM GROSSO.

Na tarde desta quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018, na cidade de Capim Grosso, policiais militares da 91ª CIPM recapturaram o indivíduo de nome Jefferson Marllos Mendes Oliveira, 26 anos, que possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto, pelo crime de lesão corporal.
Gasparzinho, como é conhecido popularmente, havia sido conduzido pela PM, na tarde da terça-feira, 27 de fevereiro de 2018, para a Delegacia de Polícia Civil, acusado de tentar matar um cidadão capim-grossense. Passando pelos tramites legais, os agentes de segurança da Polícia Civil não perceberam que o conduzido possuía mandado de prisão em aberto, liberando o acusado logo após oitiva. 
Os militares, não satisfeitos com a situação, investigaram o acusado nos portais de segurança, tomando conhecimento do mandado de prisão em questão. Imediatamente, os policiais militares montaram um cerco para recapturar o infrator, que já responde, como réu, em diversos processos criminais, dentre estes, o assassinato de uma criança de 02 anos de idade na cidade de Mirangaba BA.
A Polícia Militar ressalta a sua missão de manter a ordem pública e a paz social, ao passo que, reforça que não medirá esforços para retirar de circulação indivíduos que não cumprirem ou obedecerem a lei. A missão é continua e incansável para trazer mais segurança e justiça aos lares dos cidadãos de bem. 
91ª CIPM: SEGURANÇA, JUSTIÇA E CIDADANIA

Polícia Civil em Capela do Alto Alegre cumpre mandados de busca domiciliar e realiza prisões

Na quarta-feira (28), a Polícia Civil de Capela do Alto Alegre, com apoio da Delegacia de Nova Fátima, realizou diligências que culminaram em prisões e apreensões. Uma das diligências consistiu em cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão em uma residência do bairro Novo Horizonte. 

A casa era apontada como local de armazenamento e comercialização de combustível em desacordo com a legislação. Ao fazer a busca na residência, foram encontrados cerca de 130 litros de gasolina, 08 litros de óleo de motor, bem como 12 aves silvestres mantidas em gaiolas. Todo o material foi apreendido, sendo lavrada a prisão em flagrante de G. S. S, que fica à disposição da Justiça.

"Pode não parecer algo grave, e sim uma mera comercialização, mas o perigo que envolve o armazenamento de substância inflamável fora das condições adequadas, previstas na legislação, coloca em risco não só quem armazena e vende o produto, mas toda a vizinhança e demais consumidores" afirmou o Delegado de Polícia Igor Spock.

Outra diligência consistiu também em cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão em duas residências do Centro de Capela. O objetivo da diligência era apreender uma pistola que, segundo a investigação, havia sido utilizada para efetuar disparos para o alto no Povoado do Cajueiro, fato ocorrido há cerca de duas semanas. Embora não tenha sido encontrada a arma, diante dos elementos de investigação já existentes, o autor A. M. S confessou a prática do fato, alegando que a arma era de propriedade de um conhecido que mora em Salvador, e responderá ao crime em liberdade.


Na mesma diligência, na residência da namorada do autor dos disparos, foram encontradas seis aves silvestres mantidas em gaiolas, tendo o proprietário das aves sido conduzido para a Delegacia. Como se trata de crime de menor potencial ofensivo, o indivíduo foi ouvido e, após prestar compromisso, foi liberado. Ele responderá em um procedimento criminal simplificado.
Por fim, enquanto a viatura deslocava-se de Nova Fátima para Capela do Alto Alegre, próximo ao Povoado da Conceição, foi avistado um indivíduo portando espingarda de retrocarga. Sebastião de Oliveira foi conduzido à Delegacia, onde foi autuado em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo, ficando à disposição da Justiça.

"Este é mais um crime que aparenta não ser muito relevante, o indivíduo que utiliza uma espingarda 'de socar' para caçar ou afugentar animais que atacam o rebanho. No entanto, diversos são os inquéritos policiais que apuram mortes relacionadas a estas armas, seja por descuido no manuseio, por sua falta de segurança, ou pelo fato de seu proprietário se envolver em algum tipo de briga ou desavença, e numa situação de fúria, ou embriaguez, fazer uso da arma de fogo" disse o Delegado.
 Da redação do VR14 com informações da Polícia Civil

Vem Aí o Aniversário da Rádio Jacuípe FM em São José do Jacuípe


Visita Online