Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

18 de dez. de 2019

Aviso! Gráfica Mais entrará em Férias Coletiva


Comunicado da Gráfica Printt


Nota de Esclarecimento da Secretaria Municipal da Educação de Mairi

-Fila é prática comum no município, mas desnecessária-
A matrícula da Rede Municipal de Ensino de Mairi para os novos alunos nas unidades escolares onde pleiteiam uma vaga, tem início nessa quinta-feira, (19/12), porém alguns pais de alunos formaram uma fila desde segunda-feira, (16/12), em frente ao Grupo Escolar Getúlio Vargas. No entanto, a Secretária Municipal de Educação, Samia Najar, destaca que estão disponíveis cerca de 3.000 vagas distribuídas nas 15 escolas e 02 creches da Rede Municipal de Ensino, que atenderão a demanda de alunos da cidade.
“O município assegura a todo o cidadão mairiense o direito constitucional de acesso e permanência na escola pública com dignidade. Nós sempre temos a preocupação em orientar os pais, no sentido de que não há necessidade dessas filas, pois, caso não haja vaga disponível na unidade pleiteada, os pais e/ou responsáveis podem entrar em uma lista de intenção de vaga nesta unidade e realizar a matrícula em outra unidade de ensino mais próxima da sua residência”, explica Samia.
É sabido que, quem faz uma escola ser boa é o trabalho que é realizado por toda comunidade escolar. Contudo, muitos pais preferem uma escola em detrimento de outra. A existência de filas na referida escola é uma prática comum, porém desnecessária e exagerada, ocasionando transtornos aos moradores locais, visto que existem outras unidades escolares na rede que atendem o mesmo público (anos iniciais e anos finais do Ensino Fundamental de 9 anos).

Pais dormem na fila para garantir vagas dos filhos em escola municipal de Mairi

Várias pessoas estão na fila, na frente do Grupo Escolar Getúlio Vargas, em Mairi-BA, para conseguir vagas para filhos, sobrinhos e parentes estudarem no próximo ano. 

O início das matrículas será na quinta-feira (19), a partir das 08 horas da manhã, mas as primeiras pessoas chegaram ao local no começo da tarde desta segunda-feira (16).

Cosme estacionou o ônibus na frente da escola para as pessoas se acomodarem em momentos de chuva. A pastora Zenaide também disponibilizou o pátio da 1ª Igreja Batista. 
Muitos estão dormindo no passeio da escola. Levaram colchões, cobertores e travesseiros. Na madrugada desta terça-feira (17), as pessoas tiveram que sair da fila, quando começou a chover. 

Pais e responsáveis de alunos estão revoltados com essa situação. Eles pedem que a Secretaria Municipal da Educação possa fazer algo para evitar esse sofrimento na fila.

É complicado. De segunda a quinta, durante o dia e a noite na fila. Alguns comentaram que a direção da escola poderia ter compreensão e distribuir as senhas para eles voltarem no dia das matrículas.
Fonte: Agmar Rios




Visita Online