Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

23 de jul de 2019

CRAS Itinerante é realizado no Povoado de Barracas

Na tarde desta terça-feira dia 23 de julho a Prefeitura de Várzea da Roça deslocou  todos os atendimentos da Secretaria de Assistência Social e do Cras para atender a comunidade de Barracas. Foi possível realizar recadastramento de BPC/LOAS, fazer agendamento para biometria, encaminhar beneficios sociais,  emitir ID jovem / carteira do Idoso, fazer novo Cadastro para o Bolsa Família, além de atendimento Psicológico e encaminhamento para Rede sócio assistencial.

É a Secretaria de Assistência Social indo até você!!!

Prefeitura de Várzea da Roça
Governo uma Nova Reconstrução.




Funcionários do hospital regional de Mairi não receberam os salários atrasados

Os funcionários do Hospital Deputado Luiz Eduardo Magalhães (HDLEM) estão há três meses sem receber seus vencimentos, alguns deles passam necessidade básica, como alimentação, e alguns desses já tiverem contas de água e de luz cortadas devido ao atraso. 

A empresa Pró-Saúde, que administrava o hospital, diz que a SESAB está faltando repassar R$ 1.600.000,00. Segundo a empresa, ela só pagará quando a SESAB repassar o dinheiro. A SESAB afirma que não deve nenhum dinheiro a Pró-Saúde. Quais dos dois está mentindo?

Enquanto isso, os funcionários do HDLEM estão sendo lesados mais uma vez, assim como ocorreu no passado. Peço encarecidamente a todos os deputados que foram votados em Mairi que intecedam para que seja resolvido esse problema.

Esperamos que seja respeitado os direitos dos funcionários do HDLEM, liberação do FGTS e multas recissórias, por exemplo. Além disso, que seja pago os meses de sálarios atrasados o mais rápido possível.

A SESAB suspendeu o contrato temporariamente com a Pró-Saúde deixando os funcionários do HDLEM sem saber quando vai ou quem vai fazer esse pagamento. Se é a SESAB diretamente nas contas dos funcionários do HDLEM ou se irão repassar o dinheiro para a Pró-Saúde. Mas, qualquer um dos orgãos que repassar terão que realizar uma reunião antes e explicar a situação a todos os empregados, como já foi feita.

Entretanto, já se passaram dias e mais dias e nada foi resolvido tanto pela empresa quanto pelo governo. O HDLEM é responsável por atender 10 cidades na região, com uma população estimada em 200 mil habitantes. Outra empresa assumiu o lugar da Pró-Saúde, porém é preciso resolver esse empasse dos sálarios e dos adicionais dos funcionários que nunca foram pagos pela Pró-Saude ou pela SESAB.

A pergunta que fica é se os funcionários do HDLEM, mais uma vez, serão lesados pela empresa contratada para gerenciar o hospital e também pelo Governo Estadual. Tanto os funcionários quanto a população mairiense não sabe o futuro do HDLEM e nem quem irá pagar, se será a SESAB ou a Pró-Saúde, apenas aguardam que esse problema seja solucionado o mais breve.

Os funcionários do HDLEM pedem socorro!

Fonte: Blog do Vereador Edivan Enfermeiro

Já é neste domingo a 1° rodada do Campeonato Municipal de Várzea da Roça


Secretaria de Assistência Social faz plantão de atendimento em Morrinhos

A prefeitura de Várzea da Roça, realizou na manhã desta terça-feira 23/07/2019, através da Secretaria de Assistência Social, projeto do CRAS Itinerante no Povoado de Morrinhos.

Foram ofertados diversos serviços a comunidade: 

Emissão de Carteira do Idoso, ID jovem, cadastro novo para o Bolsa Família, agendamento de biometria , agendamento para primeiro título, atendimento psicológico, atualização do Cadunico,  recadastramento de BPC,  encaminhamento de benefícios e Inscrição para o casamento Comunitário.

É a Assistência Social indo até você!!

Prefeitura de Várzea da Roça
Governo uma nova Reconstrução.




Capim Grosso recebe investimento em pavimentação no Disep

O trecho que fica ao redor do Disep (Distrito Integrado de Segurança Pública) começou a receber pavimentação que vai beneficiar todo o município. A obra é uma parceria do Governo do Estado com a Prefeitura Municipal.
O calçamento acaba com a poeira e a lama, ampliando área de estacionamento e trazendo mais conforto para quem visita e trabalha no local.

Esta primeira etapa consiste na colocação de meios fios com a construção de um canteiro, dentro de um projeto que contempla a Praça do Planaltino, Naepi, UPA e Disep, com investimento de 750 mil reais.

ASCOM PMCG

Visita Online