Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

29 de jul. de 2016

Almeida fala sobre nome na lista do TCM

Participou do Jornal Transamérica 2ª edição dessa quinta-feira, 28 de Julho, o ex-prefeito de São José do Jacuípe, Almeida, PSD. Na participação ao vivo por telefone, o pré-candidato a prefeito falou sobre seu nome na lista do TCM – Tribunal de Contas dos Municípios. “Não cometi nenhum dolo nas minhas contas, que foram marcadas apenas pelo índice de pessoal”, explicou Almeida.
Foram duas contas rejeitadas pelo TCM, 2011 e 2012. A de 2011 com votação favorável a Almeida pela Câmara de Vereadores, a de 2012, com rejeição por parte do Poder Legislativo de São José do Jacuípe. “Meus advogados, juntamente com o meu partido PSD, estão trabalhando para que meu nome seja retirado da lista do TCM, pelo fato de não existir prática de improbidade administrativa nas minhas contas, situação que atinge a minha pré-candidatura, contribuindo para que meus adversários falem da minha gestão, mas tudo será resolvido e esclarecido”, cita Almeida, que se diz chateado com o comportamento de integrantes da Rádio Comunitária Jacuípe FM, da cidade de São José do Jacuípe. “Quanto a rádio vou exigir meus direitos no momento certo para que eu possa explicar ao povo todas as críticas que venho sofrendo referente ao meu mandato, que foi um mandato marcado por dificuldades, mas também de muitas realizações”, colocou Almeida.
Por fim, o ex-gestor falou sobre o salário de dezembro de 2012 e 13º de férias. Almeida explicou que atendeu o que pede o TCM, de cumprir com o pagamento de 48 salários no decorrer do mandato. “Paguei um mês de Daniel, sem precisar que ninguém acionasse a justiça”, explicou Almeida e acrescentou: “Eu deixei o mês de dezembro empenhado para a gestão da atual prefeita pagar, mas não fizeram com intuito de prejudicar a minha imagem”.
Texto e foto: Arnaldo Silva.

Em Morro do Chapéu, população invade delegacia e mata suspeito de assassinar jovem de 15 anos

Por volta das 21h30 desta quinta-feira, 28 de julho de 2016, dezenas de pessoas revoltadas com o assassinato do jovem Felipe Gama, de apenas 15 anos, invadiram a delegacia de Morro do Chapéu e lincharam um dos suspeitos de cometer o crime.

Uma moradora disse que uma multidão estava na porta da delegacia após a prisão dos dois suspeitos de assassinar o adolescente e conseguiu entrar. Eles arrastaram o suspeito que teria efetuado o disparo que matou o jovem, levaram até a frente da delegacia e agrediram até a morte. Ainda conforme os relatos, eles iram atear fogo no corpo do suspeito linchado, em frente à delegacia de Morro do Chapéu.
Há relatos de que a revolta popular poderia ter chegado até o segundo suspeito, mas a informação ainda não foi confirmada pela polícia.

A identidade dos dois acusados ainda não foi divulgada. Um dos dois seria menor de idade, já conhecido por praticar crimes em Morro do Chapéu.

O crime

O adolescente Felipe Gama, 15 anos, seguia para a escola quando foi abordado por dois assaltantes. O rapaz teria reagido ao assalto e acabou sendo baleado no rosto. Felipe ainda foi socorrido para o Hospital São Vicente, em Morro do Chapéu, mas não resistiu ao ferimento e morreu.
Felipe Gama estava indo para escola quando foi vítima do assalto. Os bandidos atiraram no rosto do adolescente.

Os dois suspeitos de cometerem o crime foram presos pela polícia e encaminhados à Depol da cidade, de onde foram retirados pela população. Um dos suspeitos foi linchado em frente à delegacia local.

Fonte: Jacobina Notícias

Jovem de 15 anos morre após ser baleado durante assalto em Morro do Chapéu

O jovem Felipe Gama, de 15 anos, foi morto na noite desta quinta-feira, 28 de julho de 2016, após ser baleado por um tiro no rosto na cidade de Morro do Chapéu, a cerca de 105 quilômetros de Jacobina. O crime ocorreu por volta das 19h30.

Segundo informações preliminares, o adolescente seguia para a escola quando foi abordado por dois homens que anunciaram um assalto. O rapaz teria reagido ao assalto e acabou sendo baleado no rosto. Felipe ainda foi socorrido para o Hospital São Vicente, em Morro do Chapéu, mas não resistiu ao ferimento.
O crime causa comoção e revolta em Morro do Chapéu, pois o jovem Felipe Gama e sua família são muito conhecidos no município.

De acordo com uma moradora, os dois suspeitos de cometerem o crime já foram presos pela polícia. Vários populares estariam na porta da delegacia, tentando invadir o local para linchar os acusados.

Fonte: Jacobina Notícias

Suposto tiroteio em Mairi assusta moradores

Na noite desta quinta-feira, 28 de julho de 2016, por volta das 23h20min, alguns moradores na cidade de Mairi ouviram alguns tiros de arma de fogo e ficaram assustados.

A informação circulou em vários grupos de WhatsApp, que foram mais de 20 tiros, nas proximidades da Rua do Mamão, mas, até o momento ninguém foi encontrado morto ou ferido. 
Fonte: Agmar Rios

Visita Online