Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

4 de jun. de 2014

Polícia Federal toma conhecimento de cisternas do Programa Água para Todos vendidas por beneficiários, no município de Mairi

Casa onde a cisterna estava instalada
Lourivaldo de Sena Moreira, conhecido como Pipiu, que mora no distrito do Ponto de Mairi, vendeu uma cisterna de Polietileno que recebeu do Programa Água para Todos, foi denunciado e o caso parou na Polícia Federal.

De acordo com informações dos coordenadores do programa, o homem alugou uma casa no povoado de Manguinhas, se cadastrou no programa, foi beneficiado com a cisterna e recebeu o certificado. Depois que a mesma foi instalada, ele vendeu para um rapaz da comunidade de Barra Nova, no município de Várzea do Poço.
A cisterna encontrada em Várzea do Poço
Através de denúncia anônima, a equipe do Programa Água para Todos ficou sabendo do ato, foi averiguar e encontrou a cisterna. A mesma já se encontra no pátio, em Mairi. O programa encaminhou o caso para a Polícia Federal que irá tratar das questões legais.
A cisterna sendo colocada no pátio, em Mairi
Ainda de acordo com a equipe do programa, Lourivaldo alugou a casa para receber a cisterna, depois que recebeu, vendeu por R$ 2.000,00 e saiu da casa. Vender cisternas do Programa Água para Todos, é crime. Outros casos estão sendo investigados. Quem souber de outros casos tipo esse, poderá fazer a denúncia na Casa dos Conselhos.
A cisterna foi retirada deste local
Vários moradores das comunidades rurais do município estão sendo beneficiados com essas cisternas, com capacidade de acumular 16 mil litros de água. O programa é financiado pelo Governo Federal, com o Ministério da Integração Nacional e administrado pelo governo do estado, através da Secretaria do Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir) e Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

As cisternas estão sendo guardadas no pátio da Agroindústria de Mandioca, perto do Auto Posto Mairi. No município de Mairi, o programa está sendo executado pela técnica social, Maria do Rosário Santos Nonato (Rosa Nonato).

Nenhum comentário:

Visita Online