Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

13 de mai de 2019

SERROLÂNDIA EM ALERTA: Nildo do Clube Metrópoles está internado com dengue hemorrágica

SERROLÂNDIA EM ALERTA

O serrolandense conhecido por Nildo do Metrópoles, empresários de grandes empreendimentos em Serrolândia, está internado no hospital São Luís em São Paulo após ser diagnosticado com dengue hemorrágica. 

Segundo o próprio Nildo, ele ficou na UTI por quatro dias, e nesse momento ainda encontra-se no hospital aguardando para ser liberado. Nildo deu entrada na unidade no dia 29 de abril deste ano após contrair o vírus em Serrolândia na Bahia.
A residência de Nildo em Serrolândia, fica no Bairro Contornolândia, local onde possivelmente foi infectado, e segundo o Vereador Reizinho, bairro que concentra um dos maiores números de mosquitos da espécie Aedes Aegypti, responsável pela transmissão do vírus da dengue entre outras doenças, e que, inclusive em sua residência, vizinho a casa do empresário Nildo, já foram coletadas larvas do mesmo mosquito.
Dengue hemorrágica
A dengue hemorrágica acontece quando a pessoa infectada com o vírus da dengue sofre alterações na coagulação sanguínea. Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.
Sintomas
Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos sintomas de dengue clássica. A diferença é que a febre diminui ou cessa após o terceiro ou quarto dia da doença e surgem hemorragias em função do sangramento de pequenos vasos na pele e nos órgãos internos.
Sinais de alerta
Dores abdominais fortes e contínuas, vômitos persistentes, pele pálida, fria e úmida, sangramento pelo nariz, boca e gengivas, manchas vermelhas na pele comportamento variando de sonolência à agitação, confusão mental, sede excessiva e boca seca, dificuldade respiratória, queda da pressão arterial.
Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória. A baixa circulação sanguínea pode levar a pessoa a um estado de choque. Embora a maioria dos pacientes com dengue não desenvolva choque, a presença de certos sinais alertam para esse quadro: Dor abdominal persistente e muito forte, mudança de temperatura do corpo e suor excessivo, comportamento variando de sonolência à agitação, pulso rápido e fraco, palidez e perda de consciência.
A síndrome de choque da dengue, quando não tratada, pode levar a pessoa à morte em até 24 horas. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 5% das pessoas com dengue hemorrágica morrem.

Com informações Portal Serrolândia

Nenhum comentário:

Visita Online